Probióticos - É um poderoso Antifúngico e Antibacteriano


Probióticos

Bactérias que fazem parte dos alimentos funcionais, quando ingeridas trazem benefícios como o equilíbrio da flora intestinal. Os principais micro-organismos são os lactobacilos acidófilos, casei, bulgárico, lactis, plantarum, estreptococo termófilo, enterococus faecalis, faecium, bifiobactéria difibus, longus e infantis. Atuam na produção de compostos antimicrobianos e antibacterianos, é realizada no intestino grosso, onde as bactérias, que somam aproximadamente 100 trilhões, desempenham função no processo digestivo, de absorção e de sintetização de vitaminas.

Outros benefícios: - Auxiliam em doenças intestinais como colite, síndrome do intestino irritável, doença de Chron e inflamação intestinal - Fortalece o sistema imunológico - Aumentam a produção de células de defesa chamadas macrófagos - Antitumoral - Colabora na melhora da candidíase - Auxilia o tratamento de hemorroidas e infecção urinária - Melhora a digestão - Combate à acidez gástrica - Regula o transito intestinal - Diminui a prisão de ventre e a diarreia - Aumenta a absorção de nutrientes (vitamina B, cálcio e ferro) - Impede a proliferação de bactérias intestinais ruins - Colabora na digestão da lactose (especialmente em pessoas com intolerância) - Diminui o colesterol ruim - Atua na redução da obesidade - Auxilia no controle da HAS - Previne alergias e intolerâncias alimentares

SAIBA MAIS: Uma flora intestinal saudável e rica em probióticos começa a ser formada desde o nascimento. Especialmente quando o bebê nasce via parto normal e quando é amamentado com exclusividade. Os probióticos são bactérias saudáveis. Os prebióticos são fibras que servem de alimentos para os probióticos, favorecendo sua sobrevivência e proliferação no intestino. Existem vários tipos de suplementos, que incluem entre 1 até 10 tipos diferentes de probióticos.

Os mais importantes são: - Bifidobacteria animalis: fortalece o sistema imune, além de ajudar na digestão e no combate a bactérias transmitidas por comida contaminada. - Bifidobacteria bifidum: colabora na digestão dos lacticínios. - Bifidobacteria breve: presentes no intestino e no trato vaginal ajudam a combater infecções por bactérias e fungos. - Bifidobacteria longum: auxilia na eliminação de toxinas do organismo. - Lactobacillus acidophilus: ajuda na absorção de vários nutrientes, além de combater infecções e facilitar a digestão. Também estão presentes na vagina, ajudando a combater infecções. - Lactobacillus reuteri: presentes especialmente na boca, estômago e intestino delgado, sendo importantes contra a infecção por H. pylori. - Lactobacillus rhamnosus: ajudam a combater rapidamente casos de diarreia. - Lactobacillus fermentum: neutralizam produtos e toxinas liberadas durante a digestão.

Alimentos ricos em probióticos: - Iogurte natural - Leite fermentado - Kefir - Chucrute - Kombucha (bebida fermentada feita principalmente a partir do chá preto) - Miso - Natto - Kimchi - Picles - Tempeh - Chocolate escuro - Iogurte grego - Ervilhas - Cerveja - Vinho - Azeitona verde - Pão fermentado - Beterraba kvass - Queijo cottage

#Probióticos #drLeoKahn

57 visualizações

Visto em

    Gostou da leitura? Compartilhe agora e me ajude a proporcionar informações e orientações aos meus leitores :