Hipercolesterolemia


Hipercolesterolemia

O colesterol presente nas células é fundamental para o bom funcionamento do organismo, entretanto, níveis elevados desse tipo de gordura no sangue aumenta o risco para doenças cardiovasculares. O colesterol total é a soma das frações do LDL, HDL e VLDL, sendo o ideal quando está abaixo de 200mg por decilitro de sangue. A elevação, chamada de Hipercolesterolemia, ocorre quando as taxas estão bem acima recomendadas, principalmente pelas frações de lipoproteínas de baixa densidade (LDL) que permitem o acúmulo e deposito nas paredes das artérias. Essas placas de gordura com o decorrer do tempo causam a obstrução do fluxo de sangue principalmente nas artérias cardíacas e cerebrais. O HDL que é a lipoproteína de alta densidade, diferente do LDL, tem um efeito protetor sobre o sistema cardiovascular, uma vez que leva o colesterol para o exterior dos vasos, conhecido como colesterol bom. Já o VLDL é responsável pelo transporte dos triglicerídeos, para serem armazenados ou utilizados como fontes de energia, quando aumentada também aumenta o risco de doenças cardiovasculares. Acomete 1/3 da população brasileira acima dos 45 anos.

Fatores de risco: - Sedentarismo. - Obesidade. - Predisposição genética. - Alterações nos genes que interferem no metabolismo de gorduras. - Ingestão farta e frequente de gordura animal e trans. - Hipotireoidismo. - Insuficiência renal. - Hepatopatias.

Sinais e Sintomas: - Xantoma, - Xantelasma palpebral, - Arco senil (descoloração esbranquiçada ao redor da córnea), - Angina, - Placas de ateromas.

O diagnóstico é realizado através da dosagem de colesterol, frações e triglicérides no sangue e interpretado pelo médico. Um valor normal composto principalmente do colesterol ruim, por exemplo, pode representar um sinal de alerta para futura hipercolesterolemia.

SAIBA MAIS: - Pratique atividades esportivas. - Ingestão diária de fibras ajuda a reduzir a absorção de colesterol pelo intestino. - O uso de gorduras de origem vegetal, sobretudo as monoinsaturadas, como o azeite de oliva, atua na redução do LDL. - Faça dietas à base de frutas, verduras, legumes, carnes magras, como peito de frango e filé de peixe de águas frias e profundas. - Diminua a ingesta de carne vermelha, embutidos, produtos feitos com gordura trans. e lacticínios. - Não faça uso frequente de comidas tipo fast food. - Exame de sangue periódico dos níveis de colesterol é recomendado já a partir dos 20 anos de idade, devendo ser feito mais cedo quando o risco genético cardiovasculares for maior (quando um dos pais teve ataque cardíaco antes dos 40 anos). Procure um Medico especialista em Nutrologia e/ou Cardiologia.

#Hipercolesterolemia #drLeokahn

31 visualizações

Visto em

    Gostou da leitura? Compartilhe agora e me ajude a proporcionar informações e orientações aos meus leitores :