Síndrome de Asperger


Síndrome de Asperger

Transtorno de múltiplas funções do psiquismo que acomete principalmente a área do relacionamento interpessoal e de comunicação, embora a fala seja relativamente normal. Faz parte do grupo autista e outros transtornos com sintomas similares, como problemas com linguagem, comunicação e padrões repetitivos ou restritivos de raciocínio ou comportamento. Há ainda interesses e habilidades específicas, o comportamento estereotipado e distúrbios motores, a síndrome é muitas vezes vista como a forma mais leve dos transtornos de espectro autista. Afeta cerca de 0,36% da população em geral, em 4 homens para 1 mulher, com 8% de prevalência familiar, sendo que nos pais as taxas são de 2% a 11% e de até 4% em irmãos. As diferenças fundamentais entre Autismo Infantil e Síndrome de Asperger é que o autista está isolado em seu próprio mundo, enquanto que o Asperger está em nosso mundo, porém vivendo seu estilo próprio de forma isolada.

A Sindrome de Asperger possui critérios de diagnóstico específicos como: - Detectar os sinais - Consiste no preenchimento, pelos pais e professores, de um questionário com uma lista de verificação utilizada para identificar as crianças que possam sofrer da Síndrome. - Avaliação de Diagnóstico - Tem a duração mínima de uma hora e consiste no exame de aspetos específicos relacionados com as competências sociais, linguísticas, cognitivas e motoras, bem como de aspetos qualitativos dos interesses da criança. Pode ainda ser efetuado um exame formal, que incluirá uma bateria de testes psicológicos. As informações dadas pelos pais, professores e terapeutas são também dados relevantes nesta fase. - Diagnóstico Diferencial de outras doenças semelhantes à SA ou associadas.

Sinais e Sintomas: - Um dos sintomas mais distintos da síndrome é ter interesse obsessivo em um único tópico ou objeto, de forma que a pessoa ignora outros objetos, tópicos ou pensamentos. - Diferente de algumas crianças com transtornos de espectro autista, as com síndrome de Asperger tendem a ter bom vocabulário e habilidade com a gramática, porém as crianças geralmente têm outros problemas de linguagem, como ser muito literais e ter problemas para entenderem comunicações não verbais, como a linguagem corporal. - Outros sintomas da síndrome de Asperger podem incluir: - Rotinas e rituais obsessivos. - Problemas de capacidade motora, como movimentos desajeitados ou descoordenados. - Problemas de interação social, especialmente relacionados à comunicação com outras pessoas. - Sensibilidade a informação sensorial, como luz, som, textura e gosto.

SAIBA MAIS: - Etiologia ainda desconhecida. - Não existe consenso universal quanto aos critérios de avaliação. - Não existe cura para síndrome de Asperger, porém as pessoas que sofrem desse transtorno podem ter vida plena e feliz, especialmente se tiverem tratamento precoce. - Desenvolvimento de programas pedagógicos, orientação à família e a escola. - Terapia comportamental. - A família deve ser esclarecida sobre a gravidade da doença do filho, a "lógica" da Síndrome de Asperger, seus pontos de fragilidade e as habilidades, a importância da participação, a vida adulta e as possibilidades no trabalho. - A propedêutica neurológica também é necessária sendo importante mesmo salientando que o diagnóstico é clínico. - Pessoas com síndrome de Asperger têm problemas similares ao autismo em áreas de interação social e comunicação, porém possuem inteligência normal e habilidade verbal.

#SíndromedeAsperger #drleokahn

4 visualizações

Visto em

    Gostou da leitura? Compartilhe agora e me ajude a proporcionar informações e orientações aos meus leitores :