Distensão Muscular


Distensão Muscular O músculo faz parte do sistema osteo muscular do organismo, quando usado na movimentação ele sofre uma ação de contração e relaxamento. A sua capacidade fisiológica pode sofrer uma sobrecarga maior do que a normal causando o rompimento de fibras musculares e vasos sanguíneos. Quando a lesão ocorre no ato da contração é definido como distensão muscular, se a sobrecarga acontecer na fase de relaxamento muscular é chamado de estiramento. Existe ainda a contratura muscular que se dá quando um músculo se contrai de forma muito mais forte que a normal e permanece contraído sem passar para a fase do relaxamento A distensão muscular pode ser classificada como:

- Grau I ou Ligeira – apresenta dor e rigidez durante o movimento durante alguns dias. - Grau II ou Moderada - São pequenas lacerações musculares, acompanhada de edema e dor, com duração de uma a três semanas;

- Grau III ou grave – Há laceração ou com inchaço, hemorragia e calor local, podendo ocorrer perda da função.

A forma aguda acontece quando os tendões e os músculos são solicitados a fazer uma contração repentina, de forte intensidade. Exemplos são as contusões musculares que ocorrem durante a prática de esportes competitivos, quando levantamos objetos pesados do chão ou fazemos força brusca contra uma resistência. A crônica surge em consequência de exercícios repetitivos, prolongados, que solicitam sempre os mesmos músculos. São as distensões musculares que atingem os corredores, os ciclistas e os que praticam esportes competitivos.

Fatores de risco:

- Sobrepeso.

- Fadiga muscular. - Cansaço extremo. - Pouco condicionamento físico. - Falta de aquecimento antes da prática dos exercícios.

- Sobrecarga muscular em atividades físicas.

Sinais e Sintomas:

- Pontadas na região.

- Dor.

- Inchaço.

- Hematoma.

- Limitação de movimentos.

O diagnóstico é feito pelo médico, através do histórico e do exame físico da área acometida, podendo ainda ser solicitado exames de Raios-X, ultrassom, Ressonância e eletroneuromiografia.

SAIBA MAIS:

- O uso de gelo sobre a área afetada é uma medida que deve ser tomada rapidamente, diminuindo a dor, o inchaço, o sangramento e a inflamação.

- A aplicação deve ser repetida a cada duas horas.

- Durante a recuperação envolva a área afetada com um pano macio.

- Comprimir suavemente a região ajuda a reduzir o inchaço, o que facilita a recuperação.

- Mantenha o músculo em repouso durante o tempo necessário para regenerar as fibras danificadas.

- Ficar completamente parado, porém, não é recomendável.

- A atividade que causa dor ou inchaço não deverá ser realizada.

- Mantenha a região afetada em posição superior à do coração, isso reduz a pressão local, aliviando o inchaço e a dor.

- Procure manter o músculo devidamente fortalecido e alongado constantemente.

- Alongar o músculo além do limite corporal pré-estabelecido, ou forçar demais uma musculatura, pode facilmente gerar uma distensão e causar o rompimento do músculo.

Procure orientação médica.

#distensãomuscular #drLeoKahn #lesõesdoesporte

49 visualizações

Visto em

    Gostou da leitura? Compartilhe agora e me ajude a proporcionar informações e orientações aos meus leitores :