Pênfigos


Pênfigos

Doença auto-imune que acomete a pele e a mucosa, caracterizada pela presença de lesões bolhosas principalmente entre a derme e a epiderme. Há dois tipos de pênfigos, o Foliáceo e o Vulgar. O Pênfigo Foliáceo é conhecido como Fogo Selvagem e atinge principalmente os adultos jovens e crianças que vivem em áreas rurais, próximos a rios e em algumas tribos indígenas. Caracterizada pelo aparecimento de bolhas superficiais que se juntam rompendo-se muito facilmente, deixando a pele em carne viva e formando regiões avermelhadas recobertas por escamas e crostas. O Vulgar é o tipo mais grave, com prevalência em pessoas na faixa de 30 a 60 anos, geralmente começa com lesões dolorosas na mucosa oral, semelhantes a aftas e mais tarde, surgem bolhas na pele contendo líquido límpido, turvo ou sanguíneo, que confluem e rompem-se deixando áreas com erosões, mais profundas que as observadas no Foliáceo. A causa do desenvolvimento de anticorpos contra os tecidos do próprio corpo é desconhecida em alguns casos ocorreram por causa de reações a medicamentos e cerca de 95% das pessoas com pênfigo possuem antígenos específicos HLA. O quadro clinica é de lesões de pele extremamente dolorosas e às vezes com dor ao engolir, dificultando a alimentação, contribuindo para a queda do estado geral do paciente, mas a confirmação do diagnóstico é feita através da biópsia de uma bolha. O tratamento visa suprimir a auto-agressão, bloqueando o ataque dos anticorpos à pele e muitas vezes o paciente precisa ser hospitalizado até o controle da fase mais grave.

SINAIS E SINTOMAS: - Lesões de pele recorrentes ou reincidentes, - Vesículas flácidas, - Úlceras orais ou cutâneas profundas, - Podem drenar, escoar e formar crostas, - Localizadas na mucosa da boca, no couro cabeludo, tronco ou outras áreas cutâneas, - Descamação superficial ou descolamento fácil da pele. - O sinal de Nikolsky é positivo quando a superfície da pele não envolvida é friccionada lateralmente com um swab de algodão ou com o dedo, a pele se solta com facilidade.

SAIBA MAIS: - Não existe prevenção contra o pênfigo vulgar. - Afeta todas as raças e grupos étnicos. - O Pênfigo Foliáceo tem uma variedade que ocorre no Brasil, na região centro-oeste e nos estados de Minas Gerais, Paraná e São Paulo. - É uma doença rara e algumas vezes fatal, na qual ocorre a formação de bolhas de vários tamanhos na pele, no revestimento da boca, na vagina, na pele que recobre o pênis e em outras membranas mucosas. - As lesões características são bolhas de tamanhos variadas, claras, geralmente macias, cheias de líquido e uma vez rompidas podem se infectar. - O exame microscópico e os exames imunológicos de uma amostra de pele verificam a presença de depósitos de anticorpos e permitem ao médico estabelecer o diagnóstico definitivo dessa doença. - O objetivo principal do tratamento é impedir a formação de novas bolhas. - Os medicamentos imunossupressores podem ser utilizados juntamente com a plasmaferese, um procedimento no qual os anticorpos são filtrados do sangue. - Curativos com vaselina podem proteger as áreas exsudativas e em carne viva. - Podem ser desencadeadas pela penicilina e alguns medicamentos de controle da hipertensão. Quanto mais cedo o paciente procura o tratamento, mais fácil será o seu controle terapêutico e o médico a ser procurado é o dermatologista.

#Pênfigos #drLeokahn

13 visualizações

Visto em

    Gostou da leitura? Compartilhe agora e me ajude a proporcionar informações e orientações aos meus leitores :