Micose Superficial


Micose Superficial

A micose é uma doença causada por fungos que acomete principalmente as áreas de umidade do corpo humano, embora possa afetar qualquer parte do corpo, da cabeça aos pés, a pele na área da virilha, os espaços entre os dedos dos pés e as dobras de pele profundas são mais acometidas. São classificadas em superficiais e profundas: - As primeiras são endêmicas, isto é, ocorrem quando as condições ambientais como calor, umidade, pouca luz e presença de matéria orgânica favorecem o crescimento de fungos. - As micoses profundas acometem pessoas que apresentam grave deficiência imunológica, como os portadores de câncer, AIDS, pacientes internados em unidades de terapia intensiva, entre outros. - Cerca de 20% dos indivíduos desenvolverão uma micose em algum momento de suas vidas, em geral os óbitos chegam a 40% dos casos de micose profunda e nos mais graves 70% dos infectados acabam morrendo, essas infecções invasivas vêm aumentando nos últimos anos, devido à eficácia da Medicina no tratamento de doenças graves. As micoses superficiais mais comuns são: - Micose do couro cabeludo - caracteriza-se por áreas de perda de cabelo no couro cabeludo. É especialmente comum entre crianças entre três e nove anos de idade, particularmente crianças que vivem em condições de superlotação em áreas urbanas. - Micose da Barba - afeta áreas da barba em homens adultos, principalmente da raça negra. - Micose da virilha - manchas que causam coceira, descamativas e vermelhas da pele na área da virilha. Afeta freqüentemente adolescentes e homens adultos, especialmente aqueles que estão obesos, ou que usam roupa íntima apertada. - Micose do corpo - envolve a pele sem cabelos da face, tronco, braços ou pernas. É o que freqüentemente produz as clássicas manchas em forma de anel com bordas. - Micose dos pés — o fungo ataca não só a pele dos pés, mas também as unhas dos dedos do pé.

SAIBA MAIS: - Pessoas com um risco de infecção de pele por fungo mais alto que a média são as que vivem em climas quentes e úmidos; os atletas, especialmente os nadadores; as crianças que freqüentam creches; as pessoas que trabalham com animais; as pessoas obesas com dobras de pele profundas e úmidas; e qualquer pessoa cujas defesas imunes estejam debilitadas por doença (HIV, transplante de órgão, câncer) ou através de medicamentos. - A disseminação da micose no couro cabeludo através de pentes, escovas, chapéus e travesseiros contaminados, podem acontecer como epidemias em escolas, asilos e creches. - A micose do corpo aparece em pessoas de todas as idades e raças, e as mulheres são tão freqüentemente afetadas quanto os homens. - As roupas interiores devem ser de fibras naturais como o algodão, pois as fibras sintéticas prejudicam a transpiração. - Quando tiver de manter um contacto prolongado com detergentes, use luvas e enxágüe as mãos sempre que usar uma esponja - Não divida toalhas, luvas e calçados com outras pessoas. - Tocar uma superfície contaminada - Algumas superfícies de alto risco incluem o piso dos banheiros, chuveiros e vestiários; recinto de saunas; equipamentos de ginástica; bordas de piscinas, especialmente em escolas ou piscinas públicas. Em geral, qualquer superfície que é usada por muitas pessoas diferentes pode ter fungos, especialmente se a superfície está também molhada ou úmida. Mesmo tapetes e sofás contaminados podem espalhar a infecção. - Não permaneça muito tempo com o mesmo calçado (é indicado não usar por dois dias seguidos). - Use sandálias de dedo, sapatos de chuva ou outro calçado para se proteger quando você caminhar por vestiários, banheiros ou bordas das piscinas. - Mantenha as unhas dos pés sempre aparadas. - Utilize apenas acessórios esterilizados ao freqüentar a manicure e pedicuro, reaproveitar lixas de unha, espátulas ou palitos de madeira também causa o problema. - Brincar ou acariciar um bicho de estimação contaminado. - Usar o que uma pessoa contaminada vestiu ou calçou, ou ainda, usar artigos pessoais como pentes, escovas ou toalhas. - Compartilhar os brinquedos de uma criança contaminada, especialmente bichinhos de pelúcia. O dermatologista é o profissional mais indicado.

#MicoseSuperficial #drLeokahn

14 visualizações

Visto em

    Gostou da leitura? Compartilhe agora e me ajude a proporcionar informações e orientações aos meus leitores :