Trombose venosa cerebral


Trombose venosa cerebral

As veias cerebrais formam dois grupos, o externo ou superficial (veias cerebrais superiores e inferiores) e o interno ou profundo (veias cerebrais internas e a Magna/ou Galeno). A trombose venosa cerebral (TVC) é um tipo de AVC que ocorre quando um trombo sanguíneo entope uma das veias do cérebro, impedindo a circulação e a sua oxigenação. Essa patologia acomete o seio sagital superior em 70% a 90% dos casos e os seios laterais em 40% a 70%, frequentemente com progressão da trombose de um sistema venoso para outro, determinando congestão venosa e edema cerebral vasogênico difuso ou focal. A trombose pode progredir para as veias cerebrais superficiais ou profundas, culminando com infartos venosos hemorrágicos. É mais comum em mulheres jovens e se dá por alteração na coagulação sanguínea, mas a causa, no entanto, não é encontrada em cerca de 25% dos casos. O prognóstico pós-tratamento é relativamente favorável, com sequelas graves em torno de 14% e mortalidade de 6% a 15%. Fatores de risco: - Uso de anticoncepcional oral. - Gravidez. - Alterações congênitas. - Infecções para meníngeas. - Lúpus eritematoso sistêmico. - Sarcoidose. - Policitemia Vera. - Doença de Behçet. - Linfoma. - Anemia falciforme. - Purpura trombocitopenica. - Tumores. Sinais e Sintomas: - Cefaleia intensa por vários dias. - Alteração de comportamento. - Dificuldade na fala. - Alteração da visão. - Náuseas. - Vômitos. - Febre. - Alteração do nível de consciência. - Crise convulsiva. O diagnostico é feito pela historia, exame físico, laboratoriais, do liquor e de imagem como Tomografia Computadorizada, Ressonância Magnética ou angiografia cerebral. SAIBA MAIS: - O cérebro depende igualmente dos sistemas arteriais e venosos. - Na TVC o sangue continua a chegar ao cérebro, mas encontra dificuldade em sair, congestionando o fluxo sanguíneo na rede capilar. - A área afetada deixa de ser irrigado corretamente. - Essa patologia é rara e corresponde a menos de 2% dos casos de acidentes vasculares cerebrais. - Antigamente a TVC era conhecida como uma doença grave e fatal. - Hoje o prognostico é melhor devidos aos métodos de diagnósticos utilizados. - A cefaleia difusa ou localizada é o sintoma mais frequente entre 70% a 90%. É acompanhada de: - Déficits focais em 34% a 79%, - 50% com papiledema, - Diplopia, - Embassamento visual, - Convulsões e alterações da consciência em 26% a 63%. - Os sintomas podem progredir em 48 horas em 28% a 54% dos casos. - Em 25% a 30% há evolução em período superior a 30 dias, muitas vezes como síndrome pseudotumoral. - Na tomografia pode ser detectado o sinal do delta vazio (ou do triângulo vazio), sinal do triângulo cheio, sinal da corda, estase venosa.

#Trombosevenosacerebral #drLeokahn

6 visualizações

Visto em

    Gostou da leitura? Compartilhe agora e me ajude a proporcionar informações e orientações aos meus leitores :