Paralisia Facial


Paralisia Facial

O nervo facial é responsável pela inervação dos músculos da mímica na face bilateralmente, quando lesado, a hemiface inervada por ele fica paralisada. A paralisia do facial é uma doença aguda, benigna e mais comum das neuropatias, sendo que na maioria dos casos tem uma evolução para a cura total e sem risco de vida. Cerca de 30 a cada 100.000 indivíduos no mundo são afetados, independente de sexo e raça pode provocar paralisia normalmente temporária e passageira, mas um terço das pessoas que sofrem essa agressão têm desfiguração facial, dor e dificuldades psicológicas. São classificadas em: *Idiopática - A paralisia de Bell é a mais frequente e corresponde à lesão de natureza incerta, provavelmente viral, no trajeto proximal do nervo facial. O prognóstico é bom na maioria dos casos, mais de 50% dos pacientes se recuperam por completo em poucas semanas, 40% têm mínimas sequelas e apenas 5 a 10% apresentam resultado ruim, com sequelas graves. *Sintomática - Causada por trauma, tumores comprimindo o nervo facial e outras doenças, mas são incomuns.

Fatores de risco: - Otite média aguda e crônica. - Doença de Lyme. - Síndrome de Melkersson Rosenthal. - Otite externa maligna. - Trauma. - Neoplasias. - Doenças Congênitas. - Hipertensão intracraniana benigna. - Diabetes mellitus. - Paralisia de Bell. - Sarcoidose. - Poliarterite nodosa. - Síndrome de Guillain Barré. - Miastenia gravis. - Porfiria. - Leucemias. - Meningite. - Botulismo. - Mononucleose infecciosa. - Lepra. - Malária. - Neuropatia por vacinação.

Sinais e sintomas: - Desvio da boca para o lado. - Um dos olhos não fecha. - Não consegue enrugar a testa. - Alteração do paladar. - Diminuição ou aumento das lágrimas no olho que não fecha. - Formigamento. - Dor na hemiface acometida. O diagnóstico é realizado através do histórico e exame físico, com o paciente apresentando paralisia dos músculos do rosto de um ou dos lados, podendo variar o quanto são acometidos. Exames complementares de sangue, audição, tomografia computadorizada, ressonância magnética, eletro fisiologia, biópsia entre outros, podem ser solicitados.

SAIBA MAIS: - A expressão facial é uma das habilidades humanas mais importantes que existem. - Os músculos da face são usados para sorrir, beijar, piscar entre outras funções. - Primeiramente, é importante você ter certeza de que se trata de uma paralisia facial periférica e não uma paralisia facial central (derrame) e, para isso, você deve procurar um médico o mais rápido possível. - A paralisia da face provocada por um AVC é também chamada de paralisia facial central, onde comumente observamos um desvio da boca, sendo que o olho e a testa mantêm-se normais. - Também ocorre perda de força do braço e perna opostos ao lado do desvio da boca, sendo essa uma doença grave, considerada emergência médica. - Quando o olho não se fecha por completo, certamente ocorrerá ressecamento da conjuntiva, com risco de lesão da córnea, havendo a necessidade de procurar um oftalmologista. - A fonoterapia e a fisioterapia são importantíssimas para que ocorra melhora rápida e minimização das sequelas, contudo estes procedimentos devem ser realizados por profissionais qualificados. - A necessidade de um acompanhamento médico precoce é importante para uma boa evolução da doença.

#ParalisiaFacial #drLeokahn

9 visualizações

Visto em

    Gostou da leitura? Compartilhe agora e me ajude a proporcionar informações e orientações aos meus leitores :