Hipotireoidismo - Alimentos no seu Prato para uma Tireóide saudável.

Atualizado: há 6 dias


Hipotireoidismo


Doença que ocorre quando a glândula tireóide, localizada na região anterior do pescoço, não produz o hormônio tireoidiano em quantidades suficientes. Os hormônios liberados por ela, T4 (tiroxina) e T3 (triiodotironina) estimulam o metabolismo, regulando todas as reações necessárias para assegurar os processos bioquímicos dentro do organismo.


Cerca de cinco milhões de brasileiros têm hipotireoidismo e a grande maioria ainda não foi diagnosticada.


A incidência é quatro vezes maior nas mulheres e aumenta com a idade, principalmente após os 35 anos, sendo que a doença pode ter característica familiar, atingindo vários membros.


Nos adultos, a causa mais comum do hipotireoidismo é a tireoidite de Hashimoto, nessa doença, o sistema de defesa do organismo ataca a glândula tireóide causando danos e comprometendo a sua capacidade de produzir hormônios tireoidianos.


Pode ser causado também por tratamentos médicos que reduzem a capacidade da tireóide produzir hormônio. Entre os tratamentos que podem ter esse efeito adverso estão o uso de iodo radioativo ou a cirurgia com retirada parcial ou total da tireóide.


Outra causa é a presença de alguma doença da hipófise, levando à redução da produção do TSH, o hormônio que estimula o funcionamento da tireóide. Algumas medicações também podem levar à redução da produção ou da ação dos hormônios tireoidianos e, portanto, provocar hipotireoidismo.


Há casos, ainda, em que a tireóide não se desenvolve adequadamente e a criança apresenta deficiência de hormônios tireoidianos desde o nascimento; é o chamado hipotireoidismo congênito, que geralmente é diagnosticado por meio do teste do pezinho.


O diagnóstico é realizado pela história clínica e por um simples exame de sangue.


Sinais e Sintomas:

- Cansaço;

- Desânimo e depressão;

- Raciocínio lento;

- Sensação de frio excessivo;

- Ganho de peso, em torno de 3 Kg;

- Pele seca e cabelos finos e quebradiços;

- Inchaço matinal nas pernas ou ao redor dos olhos;

- Pouca sudorese;

- Intestino preso;

- Irregularidade das menstruações;

- Infertilidade;

- Batimento lento do coração;

- Aumento do colesterol;

- Alterações da libido nos homens.


SAIBA MAIS:

- A ingestão regular do iodo contido no sal de cozinha evita a formação de bócio.

- Hormônios tireoidianos não devem ser tomados nos regimes para emagrecer.

- Procure adotar uma dieta alimentar equilibrada. É engano imaginar que o hipotireoidismo seja fator responsável pelo ganho de peso, porque as pessoas costumam ter menos fome quando estão com menor produção dos hormônios tireoidianos.

- Atividade física regular é indicada nos casos de hipotireoidismo.

- Fumar é desaconselhável.


PRECAUÇÕES:

- A dosagem do TSH/T4/T3 devem ser medida:

- Depois dos 40 anos com regularidade;

- Mulheres em período pós-parto, até 6 meses após o parto;

- Em pessoas que já tiveram doenças de tireoide anteriormente;

- Em pessoas com história familiar de doenças autoimunes da tireoide;

- Em pessoas que apresentem outras doenças autoimunes como: diabetes tipo 1, lúpus e artrite reumatoide;

- Em pessoas que estiveram em tratamento de radioterapia de cabeça e pescoço;

- Em pessoas em uso de lítio ou amiodarona.


Alimentos que você deve evitar:

Felizmente, você não precisa evitar muitos alimentos se tiver hipotireoidismo. No entanto, os alimentos que contêm bócio devem ser consumidos com moderação e cozidos de maneira ideal . Convém evitar comer alimentos altamente processados, pois geralmente contêm muitas calorias. Isso pode ser um problema se você tiver hipotireoidismo, pois pode ganhar peso com facilidade.

Aqui está uma lista de alimentos e suplementos que você pode querer evitar :

  • Painço: todas as variedades

  • Alimentos altamente processados: cachorros-quentes, bolos, biscoitos, etc.

  • Suplementos: A ingestão adequada de selênio e iodo é essencial para a saúde da tireóide, mas ingerir muito dos dois pode causar danos. Só complemente com selênio e iodo se um profissional de saúde o tiver instruído a fazê-lo.

Alimentos para comer com moderação:

Aqui está uma lista de alimentos que você pode comer com moderação. Esses alimentos podem causar aumento ou irritação da tiróide se consumidos em grandes quantidades:

  • Alimentos à base de soja: tofu, tempeh, grãos de edamame, leite de soja, etc.

  • Determinadas frutas: pêssegos, peras e morangos

  • Bebidas: café, chá verde e álcool - essas bebidas podem irritar sua glândula tireóide.

Alimentos que ajudam a prevenir problemas de tiroide:

Há muitas opções de alimentos se você tiver hipotireoidismo, incluindo:

  • Ovos: ovos inteiros são melhores, já que a maior parte de seu iodo e selênio são encontrados na gema, enquanto as claras estão cheias de proteínas

  • Carne: todas as carnes, incluindo cordeiro, vaca, frango, etc.

  • Peixe: todos os peixes e frutos do mar, tais como: salmão, atum, camarão, etc.

  • Vegetais: todos os vegetais - vegetais crucíferos são bons para comer em quantidades moderadas, especialmente quando cozidos.

  • Frutas: todas as outras frutas, incluindo frutas vermelhas, bananas, laranjas, tomates, etc.

  • Grãos e sementes sem glúten: arroz, trigo sarraceno, quinoua, sementes de chia e sementes de linhaça

  • Lacticínios: todos os produtos lácteos, incluindo leite, queijo, iogurte, etc.

  • Bebidas : água e outras bebidas sem cafeína.

As pessoas com hipotireoidismo devem seguir uma dieta baseada em vegetais, frutas e carnes magras. Esses alimentos possuem baixas calorias e causam sensação de saciedade, o que pode ajudar a prevenir o ganho de peso.


Procure com o médico endocrinologista a melhor forma de tratamento para seu caso e siga suas orientações à risca.


#hipotireidismo #drLeokahn #doençasdatireoide

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo