Fibras solúveis e insolúveis - Auxiliam no Emagrecimento e manutenção do Peso


Fibras solúveis e insolúveis

A fibra alimentar consiste de carboidratos nas sobras de células vegetais comestíveis, polissacarídeos, lignina e substâncias associadas resistentes à digestão pelas enzimas alimentares. Alguns exemplos são a celulose, hemicelulose, pectina, lignina, gomas, ß-glucanas, o amido resistente encontrado naturalmente nos vegetais ou produzido durante o processamento convencional de cereais, oligossacarídeos encontrados em leguminosas como a rafinose e a estaquiose, os frutooligossacarídeos, como as frutanas e a inulina. As Fibras são classificadas em: - Funcional - carboidratos não digeríveis, isolados, que exercem efeitos benéficos ao indivíduo. - Solúvel - solúveis em água: formam géis com a água, aumentando a viscosidade do alimento e retardando o esvaziamento gástrico. - Insolúvel - insolúveis em água, não são fermentáveis pelas bactérias intestinais, aumentam o volume das fezes, agindo como agente laxativo.

Os benefícios da fibra alimentar são a fermentação de seus componentes que ocorre no intestino grosso, alterando a velocidade do trânsito intestinal, sobre o pH do cólon e sobre a produção de subprodutos com importante função fisiológica. Benefícios das fibras solúveis: - Saciedade - Controle do apetite - Auxilio na formação da flora bacteriana intestinal - Retardam a absorção de carboidratos - Diminuição do colesterol LDL sérico - Redução da glicemia sérica - Prevenção de cardiopatias - Diminui os níveis séricos de proteína C reativa ultrassensível - Proteção contra o câncer de cólon

Benefícios das fibras insolúveis: - Retardam o esvaziamento gástrico - Absorvem água se misturando aos alimentos no intestino grosso - Aumento do bolo fecal - Agem como um laxante natural - Previnem doenças como hemorroidas, prisão de ventre, diverticulite e câncer de cólon.

SAIBA MAIS: - Consumir mais de 35 gramas de fibras por dia pode gerar problemas. - Muita fibra faz com que os alimentos permaneçam no intestino durante um tempo muito reduzido e dificultando o aproveitamento dos nutrientes. - Pode prejudicar a absorção ou acelerar a excreção de determinados minerais, como zinco, cálcio, magnésio, fósforo e ferro. - Causa irritação local e intolerância intestinal, levando à formação de gases, diarreia e dores abdominais. - Os sintomas de deficiência de fibra são a formação de gases, inchaço, dores abdominais, dor de cabeça, mal-estar e alteração do humor. - Os detritos alimentares parados e em contato com a parede do intestino podem levar a inflamação, diminuição da imunidade, infecções e até câncer. - A quantidade diária de fibra recomendada pelos órgãos de saúde varia entre 20 a 30 gramas, - Para crianças entre 5 e 10 anos a recomendação varia de 5 a 10 gramas diárias de fibra alimentar.

Alimentos ricos em fibras: - Farelo de trigo - Aveia - Arroz integral - Feijão - Grão de bico - Ervilha - Amendoim - Linhaça - Chia, - Castanhas - Amêndoa - Pimentão - Brócolis, - Couve-flor - Palmito - Cenoura - Beterraba - Milho - Folhas verdes - Frutas secas - Goiaba - Ameixa - Maçã - Laranja - Banana

#Fibrassolúveiseinsolúveis #drLeokahn

11 visualizações

Visto em

    Gostou da leitura? Compartilhe agora e me ajude a proporcionar informações e orientações aos meus leitores :