Deficiência de vitamina B12 - ocorre pela baixa ingestão ou absorção deficiente


Deficiência de vitamina B12

Também chamada de hipocobalaminemia, a falta dessa vitamina é um transtorno nutricional que ocorre pela baixa ingestão ou absorção deficiente do organismo. Acarretam alterações na divisão celular, especialmente da medula óssea e mucosa intestinal, resultando em células anormais e grandes, que podem levar a anemia megaloblástica, alterações neurológicas, hematológicas e epidérmicas. A vitamina B 12 está presente em alimentos de origem animal como carnes, leite, ovos e para absorvê-la o tubo digestivo depende de fatores intrínsecos presentes nas células parietais do estômago e de receptores localizados no íleo. Acomete de 50 a 4.000 pessoas a cada cem mil habitantes, sendo mais comum no sexo feminino, em descendentes de africanos e europeus do que em asiáticos. A deficiência mais comum ocorre na Gastrite Atrófica, uma doença autoimune da mucosa do estômago que é rara antes dos 40 anos e aumenta com a idade, chegando a ocorrer em até 20% dos mais velhos.

Fatores de risco: - Dieta vegetariana e vegana. - Alcoolismo crônico. - Ausência do fator intrínseco por reação autoimune ou hereditária. - Medicamentosa para tratar a diabetes tipo 2 e para controlar a produção de ácido gástrico podem interferir com a absorção da vitamina B12. - Doenças autoimunes relacionadas ao sistema endócrino. - Doenças inflamatórias do intestino e as que provocam má absorção. - Cirurgias que reduzem as dimensões do estômago, como as gastrectomias totais ou parciais e as cirurgias bariátricas.

Sinais e Sintomas: - Perda de apetite, - Fadiga, - Falta de ar, - Dores musculares, - Cefaléia, - Língua sensível, - Sangramento da gengiva, - Alterações digestivas e cardíacas - Dormência e formigamento de mãos e pés, - Depressão, - Confusão mental, - Perda de memória.

O diagnóstico é realizado pelo médico após a anamnese e exame físico completo, solicitando ainda exames complementares como: dosagens sanguíneas de B12, ácido metilmalônico, homocisteína e anticorpos contra o fator intrínseco.

SAIBA MAIS: - Embora níveis sanguíneos de B12 muito baixos estejam associados à deficiência, é raro encontrá-los. - Resultados na faixa de normalidade não excluem a possibilidade de haver déficit. - Exames falso-negativos e falso-positivos são frequentes. - Anemias causadas por deficiência de vitaminas, no geral, são chamadas de anemias megaloblásticas. - Alguns tipos de anemias causadas por deficiência de vitamina B12 são chamados de anemias perniciosas. - Vegetarianos estritos (veganos que não ingerem leite ou laticínios, ovos e carne) não obtêm B12 da dieta. - Indivíduos que têm anemia por causa de deficiência de vitamina B12 podem não apresentar sintomas. - Se alimentados exclusivamente com leite materno, filhos de mães portadoras de deficiência de B12 podem apresentar a partir dos quatro meses de idade: anemia, hipotrofia cerebral, retardo de desenvolvimento, hipotonia muscular, perda de apetite, irritabilidade, tremores, letargia e coma. - Fontes de vitamina B12: Carnes, fígado, ovos, camarão, mariscos e peixes. - Deficiência de ácido fólico também resulta na anemia megaloblástica, dificultando o diagnóstico de qual deficiência vitamínica seria a responsável por essa anemia. - É possível prevenir a anemia provocada pela falta de vitamina B12 seguindo uma dieta balanceada. - Evite alcool. - Doença de Crohn ou a celíaca podem interferir diretamente na absorção dessa vitamina.

O diagnóstico prematuro e o tratamento imediato podem limitar a gravidade e as complicações, procure seu médico.

#anemiaperniciosa #DeficiênciadevitaminaB12 #drleokahn

110 visualizações

Visto em

    Gostou da leitura? Compartilhe agora e me ajude a proporcionar informações e orientações aos meus leitores :